close
batismo-frame

Processo deve ser aberto na secretaria paroquial

A Paróquia São Mateus Apóstolo oferece aos fiéis a oportunidade de batizarem seus filhos na fé Católica. Para a realização da celebração de iniciação na vida cristã, porém, são necessários alguns procedimentos visando a validação do mesmo perante a Igreja. Certidão de nascimento da criança, curso de pais e padrinhos, comprovação da fé católica dos padrinhos e vontade dos pais, são aspectos fundamentais para a realização do sacramento.

Os pais não precisam necessariamente ser casados na Igreja, embora a mesma peça a vivência da família no matrimônio. Os padrinhos, por sua vez, obrigatoriamente têm de ser casados, ou em caso de ser solteiros terem todos os sacramentos: batismo, eucaristia e crisma. O curso de pais e padrinhos também é elemento essencial, ele pode até ser realizado em outra paróquia, desde que seja certificado a conclusão de todo processo.

A próxima turma de curso para batismo, na Paróquia São Mateus, terá inscrições abertas em agosto começando as formações no dia 22 de outubro. As datas mensais, disponíveis para a celebração dos batismos nas missas, são as seguintes: no primeiro domingo do mês na Capela Santa Rita às 8h00, no terceiro na matriz às 8h00 e o quarto domingo tem por opção a Capela Sagrada Família às 9h30.

Para os adultos é necessária a participação na catequese especial que tem seu início na quaresma e termina na Páscoa do ano seguinte. Os encontros são sempre realizados aos domingos, das 9h00 às 11h00, no centro catequético e oferecem a oportunidade do batismo, primeira eucaristia e crisma para os interessados. Mais informações ou dúvidas podem ser retiradas na secretaria paroquial pelo telefone: (44) 3268-2400.

Importância doutrinal do Batismo

Segundo o Catecismo da Igreja Católica nº 1250 e 1251: “Por nascerem com uma natureza manchada pelo pecado original, também as crianças precisam do novo nascimento no Batismo, a fim de serem libertadas do poder das trevas e serem transferidas para o domínio da liberdade dos filhos de Deus, para a qual todos os homens são chamados. A gratuidade pura da graça da salvação é particularmente manifesta no Batismo das crianças. A Igreja e os pais privariam então a criança da graça inestimável de tomar-se filho de Deus se não lhe conferissem o Batismo pouco depois do nascimento. Os pais cristãos hão de reconhecer que esta prática corresponde também à sua função de alimentar a vida que Deus confiou a eles”.

Foto: Divulgação.

Tags : notíciasPrincipal

Leave a Response